quarta-feira, 21 de novembro de 2012

A Finasterida

- Série sobre Medicamentos para Queda de Cabelo e a Calvície: A Finasterida

A Finasterida também é conhecida por: Proscar, Propecia, Finalop, Finast, Fincar, Finpecia, entre outros. Comercializada  como uns dos princípios ativos, remédios mais corriqueiros que existem para o combate a calvície masculina.

A chamada penugem ou "pelinhos" é um dos primeiros sinais de uma miniaturização causada pelo DHT na região do bulbo piloso. Os fios nascem e logo caem sem que muitas das vezes, sejam percebidos. Os fios voltam a nascer só que cada vez mais finos, causando a retração frontal (as entradas) e deixando o couro cabeludo cada dia mais e mais evidente na região do alto da cabeça.

A Finasterida há algum tempo vem sendo indicada também, de forma moderada, por alguns dermatologistas para o uso feminino quando o diagnóstico indica uma Alopecia AndroGenética. “Finasterida para mulheres” será tópico de um outro artigo.

Um pouco sobre a ação da Finasterida

Na realidade a Finasterida foi desenvolvida para a hiperplasia prostática benigna (aumento da próstata) e câncer de próstata. Claro, em doses superiores à recomendada para alopecia androGenética.

Numa linguagem bem simples e para fácil entendimento a Finasterida é um antiandrógeno, um inibidor. O seu papel é o de inibir a enzima 5-alfa-redutase, com isso a diminuição do nível de DHT no couro cabeludo. Mas como isso acontece?

Continua...


Luzia Couto Profissional Tricologista Clínica
Iridóloga e Naturopata Capilar.
 


luziacouto@clinicasaudecapilar.com.br
www.clinicasaudecapilar.com.br
www.ervattofitoterapicos. blogspot.com

 

Telefones:
(21) 3703-9476
(21) 98347-3886
(21) 98892-7251

Nenhum comentário:

Postar um comentário