quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Quando a queda é anormal? Continuação

Ao longo de todas as matérias do blog venho alertando quanto a fragilidade do aparelho pilo sebáceo. Muitos são os fatores que o afetam, podendo ser externos e internos.

O nosso organismo nos dá sinais para uma futura perda ou enfraquecimento capilar. Na matéria passada falamos sobre os 5 sinais de aviso para uma pré disposição, e é sobre eles que vamos falar agora.

1- Acne na face, costas, braço e até no couro cabeludo.

- A acne cística é um sinal de descontrole hormonal que muitas vezes leva ao enfraquecimento e a perda prematura dos cabelos.

2- Seborréia ou couro cabeludo oleoso

- Excesso de sebo retido no couro cabeludo, indica uma disfunção da glândula sebácea regulada por hormônios.

3- Uma alopecia com aparência difusa em estado inicial (raleamento dos cabelos)

- Afeta homens e mulheres de formas diferentes. Os cabelos podem estar caindo ou simplesmente sumindo, sem serem repostos.

4- Queda excessiva de cabelos diária (mais de 100 fios ao dia)

- Os cabelos devem manter seu nível de crescimento nas mesmas quantidades em que são perdidos, para que prevaleça sua densidade normal.

5- Excesso de pêlos no corpo, tanto em homens ou mulheres

- No homem:
*Pêlos em todo peito, risco de 50% para uma calvície
*Pêlos em todo peito, ombros e costas, risco de 70% para uma calvície
*Pêlos em todo corpo, risco de 90% para uma calvície

- Na mulher, na maioria das vezes, a aparição repentina de pêlos faciais ou corporais é um descontrole hormonal, chamado de hirsutismo.

Sinais de avisos múltiplos, no homem ou na mulher, aumentam as possibilidades de enfraquecimento, perda prematura dos cabelos e calvície. Quanto mais cedo for diagnosticado, mais rápida será sua recuperação.



Luzia Couto
Profissional Tricologista Clínica
Iridóloga e Naturopata Capilar.

luziacouto@clinicasaudecapilar.com.br
www.clinicasaudecapilar.com.br
www.ervattofitoterapicos. blogspot.com

Telefones:
(21) 3703-9476
(21) 98892-7251
(21) 98347-3886

Nenhum comentário:

Postar um comentário